O uso do insulado como vidro para adegas garante a durabilidade da bebida além de ajudar a mantê-la na temperatura certa.

O vidro duplo, ou insulado, como é conhecido, é formado através da união de dois ou mais vidros intercalados por uma câmara de ar hermeticamente vedada.

Essa câmara pode variar de acordo com o desempenho de necessidade (acústico ou térmico) e também de acordo com a limitação da espessura do perfil.

Vidro para adegas

Sua principal função é de isolamento por condução, medido pelo “Valor U”, medida da razão das diferenças de temperaturas por meio de um material isolante e também o fluxo de calor ou frio, chamado de transmitância térmica dos materiais.

Como o Valor U do vidro insulado pode ser reduzido de duas a cinco vezes em relação a um vidro comum ou laminado, seu poder de isolamento térmico por condução será maior, por isso é excelente para climas com grandes amplitudes térmicas.

A dupla selagem garante as características do insulado, a primeira é para que não exista troca gasosa, já a segunda é para garantir sua estabilidade. 

Leia também:  Como o cálculo do aproveitamento pode melhorar seu orçamento de vidro

Fora isso, o vidro insulado oferece maior privacidade e melhor aproveitamento da luz natural quando usado com vidros refletivos, o vidro insulado pode ter diversos tipos de combinações que vão variar de acordo com a necessidade do projeto. Uma das aplicações do vidro insulado é em adegas.

Insulado: A melhor opção de vidro para adegas

Quando falamos do uso desse vidro para adegas, podemos destacar dois pontos, o primeiro é que esse material se encaixa perfeitamente em locais com diferenças de temperatura, de um lado um ambiente quente e do outro um ambiente frio, e por ser um bom isolante térmico, ajudará a reduzir o consumo de energia elétrica dos refrigerados, gerando economia a longo prazo.

Vidro para adegas

Além disso, o uso do vidro errado para esse tipo de projeto pode causar a sudação na área externa ou a temperatura inadequada para a armazenagem de vinhos.

Os vidros insulados ou duplos, possuem uma câmara de ar interna composta com sílica, que reduz a umidade do ar dentro da câmara, evitando a condensação.

Leia também:  Vidro para sala acústica, qual usar?

Dependendo do tamanho da peça é necessária uma análise profissional para o cálculo da espessura dos vidros e da câmara de ar, garantindo que os vidros não vão flambar ou encostar um do no outro.

Vale ressaltar que para adegas é interessante também a opção com o preenchimento da câmara de ar por gás argônio, por possuir menos condutividade térmica que o ar, proporcionando um desempenho de isolamento térmico ainda maior.

Todos os projetos devem ser analisados por um profissional capacitado para indicar o produto correto, por isso contar com uma empresa que presta suporte faz a diferença, na PKO temos uma equipe de especificação técnica pronta para auxiliar nossos clientes.

O insulado não é só uma ótima opção de vidro para adegas, confira outras aplicações no nosso e-book manual técnico completo do vidro insulado.

Manual Técnico do Vidro Insulado
Manual Técnico do Vidro Insulado

About The Author