Manutenção dos vidros laminados

Confira as principais dicas para manutenção dos vidros laminados.

Composto por duas ou mais laminas de vidro fixadas por meio de calor e pressão, intercaladas por uma ou mais películas de Polivinil Butiral (PVB). Esse vidro, em caso de quebra, garante que os fragmentos se mantenham retidos no PVB. Além de resistir a níveis maiores de impactos, o vidro laminado proporciona grande conforto acústico e, dependendo da sua composição, grande conforto térmico com alto nível de economia de energia.

Recomendações Gerais:

1) Armazenamento

A chapa de vidro laminado deve ser armazenada em local seco e arejado e, principalmente, sobre cavaletes com base e escoras com borrachas resistentes;
Evite armazenar as chapas de vidro sobre suporte rígido, como diretamente no piso, madeira ou cavalete sem borracha, isso possivelmente ocasionará trincas;
Mantenha a embalagem de papel ou plástico separador utilizado no transporte para evitar possíveis manchas ou fundição das chapas.

2) Corte e lapidação

O lado onde se encontra a etiqueta de identificação é sempre o lado de fora da obra;
Ao cortar o vidro (manual ou automaticamente) usar sempre instrumentos novos, para não danificar a peça cortada. O instrumento novo proporciona um excelente corte, sem deixar rebarbas ou falhas no produto;
Ao cortar o PVB, usar única e exclusivamente lâmina cortante, como estilete;
O corte do PVB feito com produtos corrosivos como o álcool, degrada o produto causando delaminação futura;
O vidro laminado perde sua garantia caso o PVB seja cortado com álcool ou qualquer outro produto corrosivo.

3) Limpeza

Nunca utilize produtos que possam causar riscos e cortes na superfície dos vidros.
Óleo, graxa e produtos abrasivos como cimento, concreto e gesso podem causar fosqueamento no vidro, portanto devem ser removidos com álcool isopropílico ou acetona. Após isso, lavar com água.
Para a limpeza ideal uso pano macio, água morna e sabão neutro.