Saiba as vantagens e desvantagens entre o vidro e acrílico

No momento de escolher o melhor produto para seus projetos, alguns clientes têm muitas dúvidas sobre as características do vidro e do acrílico. Para fazer a melhor escolha, é importante conhecer as diferenças entre os materiais.

Confira neste post as diferenças entre o vidro, o acrílico e também o policarbonato. Saiba as características de cada um e como defender a escolha dos vidros nos projetos recebidos por sua vidraçaria ou empresa de esquadria. Acompanhe!

Vidro Refletivo ou Película Refletiva

O Acrílico

Diferença entre vidro, acrílico e policarbonato

Nomeado como polimetil-metacrilato (PMMA), o acrílico pode ser encontrado extrudado ou cellcast, o primeiro menos rígido e o segundo indicado para aplicações que exijam melhor qualidade.

Entre suas características positivas, podemos citar que, devido à sua densidade ser em média de 1.190 kg/m³, contra 2.500 kg/m³ do vidro, o material é mais leve. Além disso, possui transparência de 92%. Outra vantagem é ter maior resistência ao impacto e não estilhaçar e, em casos de riscos, é possível consertar o acrílico com um leve polimento.

Já em relação ao uso do box de acrílico, o material pode ser uma opção mais acessível em relação ao vidro, tendo como vantagem a facilidade de limpeza.

Como desvantagens, ressaltamos que o acrílico pode apresentar expansão térmica de cerca de 0,7mm por metro, podendo se expandir ou encolher. Além disso, não apresenta tanta resistência ao impacto, podendo quebrar em grandes partes. Também tem uma vida útil menor, podendo amarelar com mais facilidade e apresentar certa distorção óptica.

Leia também:  Consultoria no setor vidreiro: Saiba como ajudar o seu cliente

O Policarbonato

Diferença entre vidro, acrílico e policarbonato  Trata-se de um polímero termoplástico utilizado em alguns projetos da construção civil como substituição do vidro ou do acrílico.

Entre suas características positivas, podemos destacar que é o material mais resistente em relação ao acrílico e o vidro, sendo mais difícil de quebrar.

Outra vantagem é que sua instalação é simples, que aceita estruturas delgadas mais baratas. Além disso, o policarbonato não propaga chamas e é autoextinguivel, suportando temperaturas máximas de 120°C sem estragar.

Como desvantagens está seu baixo desempenho em relação ao isolamento acústico e térmico e também sua baixa visibilidade. A impregnação de sujeira também é maior, por não ter uma superfície tão lisa quanto à do vidro.

O Vidro

Diferença entre vidro, acrílico e policarbonato

Produto feito de areia, calcário, barrilha, alumina, corantes e descorantes, o vidro é produzido em temperaturas médias acima de 1.000°C.

Dentre suas características positivas está a grande variedade de cores, dimensões, espessuras e tipos de vidro, que podem ter diversas funções como controle térmico, controle acústico, segurança, decoração, entre outros. Além disso, o vidro apresenta maior durabilidade de uso.

Leia também:  Modulação: consiga um melhor aproveitamento do material

Quando laminado, em casos de quebra, os fragmentos de vidro ficam presos as películas plásticas evitando acidentes mais graves, sendo utilizados em coberturas de vidro, visor de piscina, fachadas e aplicações estruturais.

Já quando temperado, o vidro fragmenta-se em pequenos pedaços sem arestas muito cortantes, como por exemplo, em box de vidros, janelas e portas. Ao optar pelo box de vidro, o cliente tem maior durabilidade e facilidade de limpeza, que requer a utilização de produtos específicos que não sejam ácidos ou corrosivos.

Uma de suas desvantagens é a fragilidade e facilidade de quebrar quando não utilizado ou manuseado corretamente.

A escolha pela melhor opção

Saber se é melhor usar acrílico, vidro ou policarbonato vai depender muito dos desempenhos esperados pelos clientes. Por isso, ao conversar com o cliente, explique as características de todos os produtos e apresente a melhor solução em vidros para as necessidades esperadas.

Quer saber mais sobre como ser mais competitivo no setor vidreiro? Acesse nosso post: 4 Dicas Para Ser Mais Competitivo no Setor Vidreiro!

Curta, comente e compartilhe nosso post em suas redes sociais!

About The Author